As especiarias são uma variedade de produtos aromáticos que fazem realçar os ingredientes e só o piri-piri, as pimentas e o gengibre, picam na língua.

Açafrão - É extraído dos estames das flores de uma planta. São precisas 100 000 flores para se obterem 5 kg que, depois de secos não pesam mais do que 1kg. Isto explica o elevado preço do açafrão que é a especiaria mais cara do mundo. Transmite uma forte cor amarela e tem um gosto único e penetrante.

Uso: É bom com pratos de peixe de molhos cremosos, na paella espanhola, na bouillabaise francesa, nos risottos italianos e nos pilaffs indianos. Pode também servir para condimentar pratos de carnes, sopas e molhos, sobretudo à base de tomate. Também é usado em bolos e biscoitos e perfuma discretamente muitos licores.


Anis Estrelado - Vagem em forma de estrela, liberta um aroma muito semelhante ao do anis verde, ou erva doce, mas mais intenso.

Uso: Condimenta pratos de peixe e mariscos, podendo pôr-se 2 ou 3 grãos no caldo da cozedura. Pode ser utilizado em peixe estufado e purés de legumes de raízes, com couve, alho francês e abóbora. Perfuma geleias de frutas, marmeladas e gelatinas, pudins e bolos, mas, sobretudo, licores.


Baunilha - São os cristais brancos da vanilina, que se agarram à vagem, que lhe dão o seu sabor e magnífico aroma. Use as vagens que, embora caras, podem ser utilizadas várias vezes ou guardadas num boião de açúcar, a que se transmitem o sabor, para posterior utilização em bolos, pudins ou outros doces.

Uso: A baunilha é utilizada para perfumar bolos, cremes e doces à base de leite e ovos, bebidas lácteas, licores e todas as preparações com chocolate. De modo exótico, pode ser usada para condimentar peixe estufado e molhos para peixe.


Canela - Extraída da casca de uma planta natural do Ceilão, tem um perfume inconfundível é vendida em paus ou moída.

Uso: O seu perfume é indispensável na preparação de muitas receitas da doçaria portuguesa. Liga especialmente bem com cremes de leite, bolos, maçãs, pêras e chocolate. Utilize os paus de canela para condimentar pato, caça de plumas, borrego ou legumes estufados, molhos de vinho e vinho quente.

Caril - Não é uma especiaria específica mas uma mistura de ervas e especiarias que são pisadas num almofariz. Os produtos utilizados são: coentros, cominhos, cardamomo, pimenta, gengibre, cravinho e noz-moscada.

Uso: galinha, peixes e moluscos, legumes, grão-de-bico, frutos, pratos de ovos, molhos, arroz e massas.


Colorau - O colorau provém do pimentão vermelho. O sabor do colorau é ligeiramente doce e apimentado, devido às pequenas vagens do pimentão. O colorau doce é designado por paprica.

Uso: Dá cor aos alimentos mas confere-lhes também um aroma delicado, sendo utilizado em pratos de batata, couve-flor, peixes e carnes assados, molhos vários, o molho à espanhola, tempero de azeitonas e cenouras de conserva e para barrar queijos e presuntos que ajuda a conservar.


Cominhos - As sementes têm um gosto muito característico, forte, quente, levemente picante e ligeiramente amargo. Delas se extrai um óleo que é utilizado em algumas indústrias, como a perfumaria.

Uso: É uma especiaria excelente, quando combinada com hortelã, para borrego assado ou estufado e também para pratos de caça. Recomenda-se a sua utilização em pratos de carne, sobretudo enchidos de sangue, e carne picada como almôndegas. Condimenta também queijos, pão e molhos.


Cravo-da-india ( cravinho ) - Especiaria, de cor castanha escura, é constituída por botões florais, estando a flor completamente desenvolvida mas não aberta. Tem um aroma intenso e sabor picante. Tem múltiplos usos e é um bom anestésico local para as dores de dentes.

Uso: Usa-se na vinha-d’alhos para macerar caça ou outras carnes, nos caldos e nos estufados de carne, para temperar couve-rouxa, feijão e outros legumes, pickles, conservas e compotas, para aromatizar vinho quente ou ponche, sangria, vinagres, pães, bolos, pudins, peras cozidas em vinho e maçãs assadas.


Gengibre - O seu sabor é estimulante, forte e levemente picante, perfumando pratos doces ou salgados. O gengibre pode ser encontrado fresco, moído, cristalizado ou em pedaços de raiz secos.

Uso: Utiliza-se na confecção de cremes, biscoitos, compota de ameixa, de tomate verde e de laranja, peras cozidas, e em diversos pratos asiáticos. Fresco e esmagado é muito bom nas saladas. Cristalizado, constitui uma excelente guloseima ou enriquece sobremesas de chocolate e gelados.


Noz-Moscada - Deve ralar-se a noz-moscada na altura de usar, pois os seus óleos essenciais e o sabor perdem-se rapidamente e deve ser usada moderadamente para não anular o sabor dos outros ingredientes.

Uso: Apura o sabor do puré de batata, o peixe e os molhos. Usada para polvilhar pudins de leite, como o pudim de arroz ou a coalhada, mas também é um condimento perfeito para pratos com abóbora, espinafres e massa, e é maravilhosa combinada com queijo e em todos os purés de legumes de raízes.


Pimenta - Os grãos de pimenta verde, são colhidos enquanto ainda não amadureceram e têm um aroma suave e com um leve sabor a fruta e, muito picante. Quando secos ao sol, passam a ser considerados pimenta-preta. Na confecção da pimenta-branca, as mesmas bagas são deixadas na planta até esta amadurecer. A pimenta é um agente conservante de certos preparados de carne, como enchidos, mortadela, entre outros.

Uso: Os grãos de pimenta verde inteiros em salmoura são óptimos em molhos para churrasco, carne vaca e bifes.

Piripiri - O piripiri verde fresco é apanhado antes de amadurecer, o vermelho já está maduro, mas não é mais picante. O piripiri mais carnudo é mais suave do que o pequeno e fino e as sementes são a parte mais picante.

Uso: Serve para condimentar pratos salgados, bem como molhos que se pretendem picantes.


Um cuidadoso tempero da comida parece animar as pessoas, e as comidas condimentadas, numa festa, são quase sempre mais notadas e mais recordadas.
É geralmente difícil saber que bebida servir com comida muito condimentada; a cerveja combina geralmente bem e, se quiser festejar-se algum acontecimento, poderá servir champanhe ou qualquer outro vinho espumoso.