Acordo poupa até 1.800 euros às famílias

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 2, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Impostos

    Acordo poupa até 1.800 euros às famílias


    02/11/10

    Novas simulações de IRS revelam que o entendimento entre Governo e PSD permite aliviar a carga fiscal em 2011.

    O acordo entre o Governo e o PSD para a viabilização do Orçamento do Estado para 2011 vai permitir às famílias poupar até 1.800 euros por ano, de acordo com as simulações de IRS feitas pela PricewaterhouseCoopers. Isto porque, os cortes às deduções à colecta só vão afectar os dois últimos escalões de rendimentos mais elevados e não a partir do terceiro escalão, como estava previsto na proposta do Governo.
    Apesar desta melhoria na situação fiscal das famílias, que não vêem assim a sua carga fiscal ficar tão pesada como previsto inicialmente, os portugueses vão ter de pagar mais impostos no próximo ano.
    As simulações feitas para o Diário Económico mostram um alívio fiscal. Uma família de dois titulares casados com dois filhos, com rendimento mensal de 9.000 euros, pagaria com a proposta de OE mais 4.311,88 euros em impostos face a 2010, só em resultado do corte nas deduções à colecta. Depois do acordo para a viabilização do Orçamento, esta família paga mais 2.510,88 euros face a 2010. Ou seja, o entendimento entre o Governo e o PSD permitiu a esta família poupar 1.801 euros. As simulações revelam ainda que as poupanças são transversais a quase todos os tipos de rendimentos, excepto os mais altos, por exemplo, rendimentos acima de 10 mil euros mensais. As simulações da Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas mostram também que o acordo trouxe boas notícias para os bolsos dos portugueses.



    in DE
     
LMPC