Bancos portugueses à espera do FMI desde a intervenção na Grécia

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 12, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Bancos portugueses à espera do FMI desde a intervenção na Grécia


    A hipótese de Portugal recorrer ao fundo de emergência europeu e ao Fundo Monetário Internacional está a ser estudada pela banca nacional desde que houve necessidade de intervir na Grécia, avança o "Público" na edição de hoje.


    [​IMG]


    De acordo com o jornal, os gabinetes económicos dos bancos nacionais estão a tentar avaliar o impacto da intervenção junto da economia e sistema financeiro gregos.

    O jornal cita fontes bancárias que reconhecem vantagens à intervenção do FMI, nomeadamente a fixação de um juro que permitiria que o financiamento do Estado deixasse de estar sujeito a oscilações. Porém, além de representar uma desqualificação, uma eventual intervenção do FMI estaria dependente do sucesso do mecanismo de estabilização, que ainda não está concluído e cujos efeitos da aplicação em Portugal são desconhecidos.

    Por agora, os bancos nacionais analisam os resultados da intervenção na Grécia, e já concluíram que os mercados continuam fechados para o país e que a cotação das obrigações soberanas não desceu, estabilizando acima dos 9%, bastante acima do juro de 5% negociado com o FMI. Ainda assim, os bancos helénicos captaram mais recursos e a fuga de capitais foi estancada. Já os fundos de capitais têm conseguido ir à bolsa recapitalizar-se.




    in JNeg
     
Génio Digital