CGTP exige discussão urgente sobre o salário mínimo

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 11, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    CGTP exige discussão urgente sobre o salário mínimo


    Numa carta enviada ao primeiro-ministro, a Intersindical defende que é preciso garantir que a subida produza efeitos a 1 de Janeiro do próximo ano.


    [​IMG]


    A CGTP solicitou hoje ao primeiro-ministro que adopte as “medidas adequadas” a assegurar que a actualização do salário mínimo ocorra em Janeiro, considerando “urgente” a discussão do assunto em concertação social.

    Numa carta enviada a José Sócrates, a Intersindical defende que a actualização em Janeiro “pressupõe a sua discussão urgente com os parceiros sociais e a aprovação em Conselho de Ministros em tempo adequado, de modo a assegurar a sua entrada em vigor antes da data referida.”

    O acordo assinado em 2006 prevê a subida do salário mínimo de 475 euros este ano para 500 euros no próximo, sublinha a Intersindical. As confederações patronais, que pretendem alterar o calendário definido, argumentam que as condições económicas se alteraram significativamente.

    A ministra do Trabalho, Helena André, tem afirmado que está a trabalhar com os parceiros sociais para que o acordo seja cumprido. Já o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, defende que não há condições para aumentos salariais no sector privado.




    in JNeg
     
LMPC