CIP sugere que despejo arranque com rendas atrasadas há mais de um mês

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 10, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Arrendamento

    CIP sugere que despejo arranque com rendas atrasadas há mais de um mês


    10/11/10

    Industria enviou ao Governo estudo sobre regeneração urbana que prevê mudanças nas rendas.

    A Confederação da Indústria Portuguesa (CIP) quer dinamizar o mercado de arrendamento e, por isso, propõe que os senhorios possam iniciar o processo de despejo logo que o inquilino tenha rendas em atraso por mais de 30 dias. Actualmente são necessários três meses.
    A proposta faz parte de um estudo sobre reabilitação urbana, que a CIP apresentou ontem. As alterações propostas (tanto ao nível fiscal como no mercado das rendas) permitiriam às famílias optar menos pela compra de casa, o que traria consequências óbvias ao nível do endividamento das famílias, que já atingem níveis muito elevados. Além disso, teria impactos evidentes ao nível do emprego e da criação de riqueza, beneficiando ainda actividades desde turismo e comércio e construção, e por arrastamento a indústria.



    in DE
     
LMPC