Construtores exigem novos investimentos públicos no País

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 5, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Fórum

    Construtores exigem novos investimentos públicos no País


    05/11/10

    A importância do planeamento na construção de infra-estruturas foi defendida no IV Fórum Construção.

    "Sem rumo não podemos vencer. Não há país que cresça sem investimento em infra-estruturas. E para isso, é preciso planeamento", afirmou Filipe Soares Franco, presidente da OPWAY, no IV Fórum Construção da Associação Nacional de Empreiteiros de Obras Públicas (ANEOP), organizada ontem, no Pestana Palace Hotel, em Lisboa, pelo Diário Económico e que teve como tema "Melhores Infra-estruturas: Como e Quando?".
    Soares Franco, que acumula as funções de presidente da ANEOP, salientou também que "hoje, a produção de construção é igual à de 1989, sendo que temos muito mais empresas, o que cria uma concorrência muito mais selvagem". Na sua opinião, o investimento nas infra-estruturas não invalida que se faça uma boa política de controlo orçamental. O que é fundamental é "sabermos o que queremos ser. Temos de nos definir, ter uma rota".
    Este esforço de criar cenários de investimento para Portugal esteve na base na intervenção do economista José Félix Ribeiro, que traçou modelos como o da "República Dominicana/Porto Rico", mais fundado na área de turismo e lazer. A Florida, que acumula ao investimento no entretenimento uma aposta nos serviços de saúde e na construção de hospitais, ou a Flandres, que precisaria de uma aposta nos portos e num corredor ferroviário para a Europa, são outros exemplos.



    in DE
     
SatLine 24