CP exclui todos os privados de concurso para fornecer comboios

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 10, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Ferrovia

    CP exclui todos os privados de concurso para fornecer comboios


    10/11/10

    O concurso, de 380 milhões de euros, ficou deserto. Responsáveis dos quatro grupos privados suspeitam que a decisão seja para evitar indemnizações.

    A CP decidiu excluir todas as empresas - Alstom, CAF, Bombardier e Siemens - que se apresentaram no concurso para fornecer comboios para as linhas suburbanas de passageiros de Cascais, do Porto e do Sado e para os comboios regionais de mercadorias. Um concurso - com valor de referência de cerca de 380 milhões de euros, que se podiam estender até 510 milhões de euros -, lançado há mais de um ano.
    O concurso previa o fornecimento de locomotivas e carruagens à empresa portuguesa de transportes ferroviários. A substituição dos comboios em circulação na linha de Cascais, com mais de 40 anos de vida, é aliás a situação mais crítica. Diversas fontes do sector contactadas pelo Diário Económico asseguram que a linha está já no limite dos padrões de segurança mínimos, além de apresentar custos de manutenção cada vez mais incomportáveis para a CP.



    in DE
     
Génio Digital