Descubra os depósitos que rendem mais

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 15, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Banca

    Descubra os depósitos que rendem mais

    15/11/10

    O Económico mostra-lhe seis depósitos que estão a oferecer juros de 4%.

    Ninguém gosta de perder nem a feijões". Que o diga o Cristiano Ronaldo. Já quem não gosta de arriscar prefere aplicar o seu dinheiro na segurança de um depósito a prazo. Meta que nos últimos tempos ficou facilitada. À semelhança do que se passa com a mais recente publicidade do BES, grande parte dos bancos está a inundar os media e os seus sites com campanhas de promoção de depósitos a prazo onde chegam a oferecer taxas de juro superiores a 3%. O Diário Económico fez uma ronda pelos sites dos bancos em busca das aplicações com as taxas de juro mais atractivas.
    Encontrámos 25 produtos que permitem um retorno bruto superior a esse patamar. Seis dos quais oferecem mesmo taxas de juro brutas de 4%.
    Esta análise teve como alvo os depósitos a prazo publicitados nos sites de 11 bancos - três dos quais bancos ‘online', já que tradicionalmente têm uma estratégia agressiva de captação de depósitos- com vista a uma aplicação até 10.000 euros por um prazo mínimo de três meses. Foi nos bancos mais pequenos e nos ‘online' onde se conseguiram encontrar as remunerações mais elevadas e, sobretudo, em campanhas destinadas a novos clientes ou novos recursos. Dos seis produtos com a taxa anual nominal bruta (TANB) mais alta- 4%- o "Depósito Crescente a 4 anos" do Banif é o único que está disponível a todos os clientes. Entre as aplicações com prazos superiores a um ano, este depósito de taxa crescente é também o que melhor remuneração oferece. Segue-se o "Depósito Crescente a 3 anos", também do Banif com uma TANB de 3,75%, e do "Depósito Rendimento Anual 4X" do BiG, com uma taxa de juro bruta de 3,56%. Contudo, é nos prazos mais curtos onde as remunerações tendem a ser mais elevadas, o que se justifica também pelo facto de se tratarem de produtos que têm como objectivo cativar novos recursos e clientes. Metade dos seis depósitos que atribuem uma remuneração bruta de 4% são por um prazo inferior a um ano. É o que se passa com o "Depósito a prazo Blue" e o "Depósito a prazo Top Up II", do Best e o "Super Depósito 4%", do BiG. Entre as aplicações com prazo de um ano, o "Super Poupança Ídolos", do Santander e o "Depósito Poupança Start", do Activobank", oferecem a remuneração bruta mais elevada: 4%.
    Estas taxas contrastam com o que se passava até há alguns meses atrás, altura em que encontrar uma remuneração que pelo menos cobrisse a inflação era difícil. Nos últimos tempos esse cenário mudou. Segundo os dados do Banco de Portugal, há quatro meses consecutivos que a remuneração média dos depósitos a prazo está a aumentar, face aos mínimos de Maio, de 1,13%. Em Setembro, a taxa de juro média dos depósitos aproximou-se mesmo do patamar dos 2%. As dificuldade de financiamento nos mercados internacionais e a necessidade dos bancos cativarem recursos, são as explicações avançadas pelos especialistas para justificar essa melhoria da remuneração. "É natural que isso aconteça num ambiente de escassez de crédito no mercado internacional para a banca portuguesa, especialmente quando [o risco] da república (supostamente com risco de crédito inferior a qualquer desses ‘players') é elevado e com taxas de remuneração também elevadas. Logo, é natural que os bancos ajustem a sua remuneração", frisa o economista João Duque. Acrescentando que "o mercado de europeu de dívida está seco para os emitentes portugueses, pelo que a única fonte de ‘funding', além do BCE, está nos depósitos que se estão a tornar um meio valioso de captação de recursos".
    Por isso não será de estranhar a "guerra promocional" dos bancos na tentativa de publicitar a melhor taxa de juro. E as boas notícias para os aforradores é que a subida das remunerações dos depósitos é para continuar. "A crise de confiança não passa de um momento para o outro e a liquidez não surge do nada sem qualquer razão. Entretanto os depósitos são a alternativa", lembra João Duque. Ainda esta semana, a agência Fitch reduziu o ‘rating' dos bancos portugueses, o que poderá reflectir-se em custos de financiamento ainda mais elevados e no acelerar da "guerra promocional" dos depósitos. "É importante não excluir que os bancos podem começar a adoptar uma postura mais agressiva no retalho de oferta de depósitos, como uma alternativa de financiamento", referiam os analistas do BPI no Iberian Daily desta terça-feira, a propósito deste corte de ‘rating'.


    Onde conseguir mais de 3%


    Santander Totta
    A "Super Poupança Ídolos" destina-se apenas a novos recursos. Permite uma entrega inicial máxima de 10.000 euros e entregas mensais entre 50 e 500 euros. A TANB de 4% é apenas válida para o primeiro ano da aplicação e valores inferiores a 16.000 euros, o remanescente não é remunerado. O pagamento de juros é mensal e o saldo pode ser mobilizado, total ou parcialmente, a qualquer momento, sem penalização de juros.

    Banif
    O Banif publicita três depósitos a taxas crescentes que remuneram acima de 3%: os Depósito Crescente a 2, 3 e 4 anos. Nos prazos a 2 e 3 anos, a TANB média é de 3,25% e 3,75%, respectivamente. O "Depósito Crescente a 4 anos" oferece a TANB média mais elevada: 4%. Em qualquer das aplicações, o montante mínimo de constituição são 500 euros. As condições são válidas até 31 de Dezembro de 2010.

    Best
    Os depósitos a prazo Blue e Top Up II oferecem uma TANB de 4%, por um prazo de 90 dias e montantes mínimos de investimento de 2.500 euros. O depósito a prazo Blue destina-se apenas a novos clientes, enquanto o Top Up II é para novos recursos de clientes actuais e pode ser subscrito até 30 de Dezembro de 2010. Já o Poupança Objectivo é uma aplicação até 5 anos que oferece uma TANB de 3,25% e está disponível até 30 de Novembro.

    BiG
    É a instituição que mais produtos disponibiliza com taxas superiores a 3%. A mais elevada é a do "Super Depósito 4%". Esta aplicação é exclusiva para novos clientes, oferece uma TANB de 4%, por um prazo de quatro meses e exige um mínimo de constituição de 500 euros. Segue-se o depósito de taxas crescentes "Rendimento Anual 4X". Tem uma TANB média de 3,56% por um prazo de 4 anos, e um mínimo de constituição de 2.500 euros.

    Activobank
    O "Poupança Start", é um depósito por um prazo de 366 dias que remunera com uma TANB de 4%. Está disponível até 30 de Novembro para os clientes que possuam o cartão Poupança Start e é válido para aplicações superiores a 3.000 euros. Os juros são pagos na data de vencimento da aplicação. Nas amortizações antecipadas, totais ou parciais, existe penalização de juros.

    BES
    O slogan "para quem só gosta de ganhar" e a cara de Cristiano Ronaldo são os "ingredientes" principais da campanha "Conta Rendimento CR". Trata-se de um depósito a prazo a três anos, com taxas de juro crescentes, uma TANB média de 3,5% e pagamento semestral de juros. O mínimo de aplicação são 1.000 euros e não permite reforços. As condições desta campanha são válidas nos depósitos efectuados até 2 de Dezembro de 2010.

    Montepio
    O "Montepio Super Poupança" está em campanha nos media e no site do Montepio. Trata-se de uma aplicação de taxas crescentes a quatro anos que oferece uma remuneração de 3,5% (TANB média), sendo o pagamento de juros anual. O montante mínimo de constituição são 5.000 euros, com múltiplos de 50 euros. Esta campanha está disponível até 31 de Dezembro de 2010.

    Popular
    Quatro produtos do Popular remuneram acima de 3%. Os "Depósito Ouro" a 14 meses, a 18 meses e Plus 12 meses oferecem uma TANB de 3,5%, enquanto o "Depósito Ouro Crescente 6 meses" é uma aplicação com juros mensais crescentes remunerada a uma TANB de 3,25%. Em qualquer destes produtos, o mínimo de subscrição são 300 euros. Qualquer dos depósitos destina-se apenas a novos clientes ou novos capitais.

    CGD
    No âmbito da comemoração do dia mundial da poupança, a CGD tem disponível, até final de 2010, o "Caixa Dia da Poupança". Trata-se de um depósito por um prazo de três anos remunerado a uma TANB de 3,4%, com pagamento de juros semestrais. Para subscrever este depósito, os montantes mínimos admitidos são 1.000 euros. Contudo, não são permitidas mobilizações antecipadas.

    BCP
    O apresentador de televisão, Jorge Gabriel, dá a cara pelo "Depósito Poupa Mais", uma aplicação de taxas crescentes para prazos de 90 ou 180 dias e mínimo de 2.000 euros de investimento. Contudo, é apenas possível ter uma TANB média de 3% numa aplicação de 10.000 euros por um prazo de 180 dias (seis meses). Melhor remuneração só em montantes superiores. Permite reforços mínimos
    de 2.000 euros até final
    de 2010.

    BPI
    Para conseguir garantir uma TANB de 3%, quem subscrever o "Depósito Especial BPI 8 anos" terá que esperar até ao final dos oito anos e um dia do prazo da aplicação. Este depósito do BPI está disponível para montantes mínimos de 250 euros, sendo o pagamento dos juros efectuado na data de vencimento da aplicação. É possível a mobilização antecipada, total ou parcial, com penalização de juros.


    Metodologia:
    - Foram analisados os depósitos a prazo convencionais e de taxa crescente publicitados nos sites de oito das instituições bancárias portugueses de maior dimensão- CGD, BCP, BES, BPI, Santander, Montepio, Banif e Popular-, bem como a oferta dos três bancos ‘online' Activobank, Best e BiG devido à sua estratégia agressiva de angariação de depósitos.
    - Como pressupostos consideramos aplicações até 10.000 euros por um prazo mínimo de três meses.



    in DE
     
LMPC