Despesa do Estado com medicamentos cresceu 9,25% até Setembro

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 11, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Saúde

    Despesa do Estado com medicamentos cresceu 9,25% até Setembro


    11/11/10

    As medidas de contenção da despesa com medicamentos vendidos nas farmácias não tiveram o impacto necessário para reduzir os gastos do Estado.

    A despesa do Estado com medicamentos vendidos nas farmácias cresceu acima dos 12,4% nos primeiros nove meses do ano. Já nos hospitais, a despesa está a crescer a 4,3%. Olhando para o cenário geral, a despesa do Estado com medicamentos, seja nos hospitais ou em ambulatório, cresceu este ano mais 9,25% que no ano anterior. Ou seja, mais 172 milhões de euros.
    Os últimos dados publicados pelo Infarmed mostram que apesar das várias medidas introduzidas ao longo de 2010 para tentar controlar a despesa, o Governo arrisca-se a falhar as metas orçamentais: a despesa em ambulatório continua dez pontos percentuais acima do tecto imposto pelo Orçamento do Estado para 2010.
    O próprio ministro das Finanças já veio acusar a sua colega da Saúde de ser responsável por um buraco de cerca de 500 milhões de euros. Um valor que a equipa ministerial de Ana Jorge reconheceu durante a discussão na especialidade do OE/11 mas que transfere, em parte, para a ADSE, tutelada pelas Finanças.



    in DE
     
DreamPortugal