Fim-de-semana de Inverno rigoroso com 1.200 acidentes

Discussão em 'Nacional (Notícias)' iniciado por JuizDidi, Novembro 2, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Mau tempo

    Fim-de-semana de Inverno rigoroso com 1.200 acidentes


    02/11/10

    Depois da chuva intensa que varreu o País na sexta-feira e no sábado, foi o vento que causou maiores estragos durante o fim-se-semana prolongado.

    Chuva, vento forte e neve na Serra da Estrela marcaram o fim-de-semana prolongado. Entre sexta-feira e domingo registaram-se cerca de 280 quedas de árvores entre as 500 ocorrências devido ao mau tempo.
    No domingo, o mau tempo provocou inundações um pouco por todo o país, registando-se algumas quebras no fornecimento de electricidade. De acordo com a Protecção Civil, a maior parte dos problemas ocorreu nos distritos de Aveiro e Coimbra.
    Em Lisboa, os bombeiros sapadores receberam 66 pedidos de auxílio durante o dia de domingo, sendo a a maior parte das ocorrências relacionadas com quedas de árvores. O vento forte que se fez sentir na capital levou ainda à queda de estruturas, como chapas e painéis de publicidade.
    Pela primeira vez neste Outono a neve caiu na Serra da Estrela. Com os termómetros abaixo dos 10 graus nas Penhas Douradas, a neve caiu em quantidade suficiente para criar um manto branco na zona da Torre. A circulação não foi interrompida mas os limpa-neves mantiveram-se a trabalhar em permanência durante todo o dia d domingo.



    in DE
     
  2. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Mau tempo

    Fim-de-semana de Inverno rigoroso com 1.200 acidentes


    02/11/10

    Depois da chuva intensa que varreu o País na sexta-feira e no sábado, foi o vento que causou maiores estragos durante o fim-se-semana prolongado.

    Chuva, vento forte e neve na Serra da Estrela marcaram o fim-de-semana prolongado. Entre sexta-feira e domingo registaram-se cerca de 280 quedas de árvores entre as 500 ocorrências devido ao mau tempo.
    No domingo, o mau tempo provocou inundações um pouco por todo o país, registando-se algumas quebras no fornecimento de electricidade. De acordo com a Protecção Civil, a maior parte dos problemas ocorreu nos distritos de Aveiro e Coimbra.
    Em Lisboa, os bombeiros sapadores receberam 66 pedidos de auxílio durante o dia de domingo, sendo a a maior parte das ocorrências relacionadas com quedas de árvores. O vento forte que se fez sentir na capital levou ainda à queda de estruturas, como chapas e painéis de publicidade.
    Pela primeira vez neste Outono a neve caiu na Serra da Estrela. Com os termómetros abaixo dos 10 graus nas Penhas Douradas, a neve caiu em quantidade suficiente para criar um manto branco na zona da Torre. A circulação não foi interrompida mas os limpa-neves mantiveram-se a trabalhar em permanência durante todo o dia d domingo.
    A forte precipitação que se fez sentir no fim-de-semana ajudou a repor a água armazenada nas 55 albufeiras monitorizadas pelo Instituto Nacional da Água (INAG) para níveis superiores à média desde 1990.
    O primeiro dia de Novembro mostrou-se menos cinzento e menos ventoso, com o sol a espreitar um pouco por todo o país.

    Madeira supera primeira semana de chuva intensa

    Depois da chuva intensa que abalou a Madeira na última semana, o arquipélago superou o primeiro teste depois do temporal de Fevereiro. Em declarações à Lusa, o responsável pelo Serviço Regional de Protecção Civil e Bombeiros da Madeira, Luís Néri, disse que a acção coordenada dos meios, testada no temporal de Fevereiro, contribuiu para que todos estejam "mais bem preparados para alguma eventualidade durante o próximo Inverno".
    Uma opinião partilhada pelo secretário regional do Equipamento Social da Madeira, Santos Costa, que acredita que as obras feitas após o temporal de 20 de Fevereiro, apesar de provisórias, foram "eficazes" no primeiro teste, constituído pela chuva intensa que caiu na semana passada.
    Para hoje o Instituto de Meteorologia prevê céu pouco nublado ou limpo com vento em geral fraco e uma ligeira descida da temperatura mínima mais significativa no Interior Norte. As temperaturas máximas deverão atingir os 22 graus no Alentejo e Algarve.

    Mais de mil acidentes nas estradas em dois dias

    Mais de mil acidentes que provocaram dois mortos e 21 feridos graves é o balanço provisório da operação da Guarda Nacional Republicana "Todos os Santos" que terminou à meia noite de ontem. Entre sexta-feira e domingo registaram-se 1.278 acidentes, dois mortos, 21 feridos graves e 360 feridos ligeiros.
    Sexta-feira foi o dia com mais acidentes (578) mas foi no sábado que se registaram as vítimas mortais e o maior número de feridos graves.




    in DE
     
LMPC