Fim dos estímulos à economia trava crescimento em Espanha

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 5, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Conjuntura

    Fim dos estímulos à economia trava crescimento em Espanha

    Económico com Lusa
    05/11/10

    O PIB espanhol estagnou no terceiro trimestre do ano, com um crescimento nulo entre Julho e Setembro, face ao trimestre anterior.

    Já em termos homólogos, a economia espanhola cresceu 0,2%, anunciou hoje o Banco de Espanha. No seu boletim de Outubro, o banco central espanhol salienta tratar-se do primeiro crescimento homólogo, depois de sete trimestres consecutivos de quedas no Produto Interno Bruto (PIB).
    Segundo o Banco de Espanha, a informação já disponível indica um "enfraquecimento da actividade" no terceiro trimestre, notando que este processo é "de cariz transitório".
    Em grande parte, explica o Banco de Espanha, a estagnação deve-se ao fim de algumas das medidas de estímulo económico aprovadas pelo Governo nos primeiros momentos da crise económica e a algum impacto do aumento do IVA em vigor desde Julho (subiu de 16 para 18%).
    No segundo trimestre de 2010, a economia espanhola cresceu 0,2%, face ao primeiro trimestre do ano, mas registou uma queda de 0,1% em termos homólogos, face ao mesmo período de 2009.



    in DE
     
  2. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Medidas de austeridade estagnam economia espanhola

    Medidas de austeridade estagnam economia espanhola


    O PIB espanhol não cresceu entre o segundo e o terceiro trimestre do ano.


    [​IMG]


    Neste período, a economia espanhola foi afectada pelas medidas de austeridade apresentadas pelo Governo, entre elas a subida do IVA de 16 para 18%. Esta subida teve efeitos, precisamente, a partir do dia 1 de Julho.

    A economia estagnou entre o segundo e o terceiro trimestre e cresceu 0,2% face ao período homólogo, de acordo com as últimas previsões do Banco de Espanha.

    O banco central sublinha, no entanto, que a estagnação registada no último trimestre é "transitória" e que "assim que passar o efeito da subida do IVA a economia vai regressar ao caminho da lenta recuperação".

    Os economistas contactados pela Bloomberg esperam uma expansão de 0,1% no último trimestre do ano. No conjunto do ano, as previsões do governo espanhol indicam para uma contracção do PIB de 0,3%, o segundo ano consecutivo de queda.



    in JNeg
     
Engisat