Finanças identificam descontrolo na contratação

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 15, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Sector Empresarial do Estado

    Finanças identificam descontrolo na contratação


    Auditorias apontam falhas no controlo interno, irregularidades nos procedimentos e práticas de gestão condenáveis. Empresas têm em curso medidas de correcção.

    A Inspecção-Geral de Finanças (IGF) concluiu, nas auditorias que realizou aos procedimentos de contratação em 13 empresas que integram o Sector Empresarial do Estado (SEE), que na maioria há fragilidades e deficiências no controlo interno, que resultaram mesmo em prejuízos.

    A IGF encontrou ainda, na análise aos contratos de aquisição de serviços e venda de resíduos das empresas de capitais públicos com Manuel Godinho, procedimentos de selecção em concursos que não garantiram os princípios de transparência, concorrência e igualdade de tratamento, favorecendo nalguns casos "objectivamente a O2", do universo empresarial do arguido do processo "Face Oculta".

    E aponta até o dedo à gestão de algumas das empresas auditadas. É o caso da REN, onde a IGF encontrou "práticas de gestão questionáveis" e a "passividade do conselho de administração face a tais irregularidade, que "terá potenciado custos acrescidos e diminuição dos proveitos da REN".




    in JNeg
     
Génio Digital