FMI revê em baixa crescimento mundial

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 4, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    FMI revê em baixa crescimento mundial


    O economista chefe do FMI, Olivier Blanchard, anunciou hoje a previsão de crescimento mundial de 3 a 4% em 2010 e "quase o mesmo" para 2011, o que traduz uma revisão baixa previsões da instituição, divulgadas há apenas um mês.


    [​IMG]


    Olivier Blanchard afirmou aos microfones rádio francesa Europe 1 que "o crescimento económico ficará entre 3 e 4% para o mundo inteiro em 2010, com assimetria, já que a progressão dos países desenvolvidos se limitará a 1% ou 2%, enquanto os emergentes alcançarão 6% a 8%, às vezes mais".

    "Em 2011, a situação será quase a mesma", completou o economista em entrevista concedida à Europe 1, por telefone, a partir da sede do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington.

    Nas últimas previsões semestrais divulgadas em Outubro, o FMI previa um crescimento de 4,8% para 2010 e de 4,2% para 2011. Para Portugal, o Fundo antecipava uma progressão de 1,1% neste ano, seguida de uma contracção do PIB de 1,4% em 2011.

    Já ontem, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), que actualiza as suas previsões macroeconómicas dentro de duas semanas, avisava que o abrandamento da economia mundial está a ser mais acentuado do que o inicialmente previsto, com efeitos tremendos no desemprego “cada vez mais estrutural” e nas finanças dos Estados.

    Neste contexto, quase só a política monetária pode continuar a estimular o crescimento, pelo que os juros devem manter-se nos níveis historicamente baixos até que a retoma se consolide, o que não deverá suceder até 2012.

    Em face do “fraco crescimento nos Estados Unidos e na Zona Euro, e desde que as expectativas de inflação se mantenham bem ancoradas, o processo de normalização das taxas de juro só deverá ser iniciado a partir da primeira metade de 2012, e a um ritmo que permita à política monetária permanecer acomodatícia”, recomendou a organização sedeada em Paris.




    in JNeg
     
  2. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Economia mundial crescerá 4% este ano, abaixo do esperado


    FMI

    Economia mundial crescerá 4% este ano, abaixo do esperado

    Económico com Lusa
    04/11/10

    O economista chefe do FMI avançou hoje que a economial mundial deverá crescer, no máximo, 4% em 2010, abaixo dos 4,8% anteriores.

    Olivier Blanchard afirmou aos microfones rádio francesa Europe 1 que "o crescimento económico ficará entre 3% e 4% para o mundo inteiro em 2010, com assimetria, já que a progressão dos países desenvolvidos se limitará a 1% e 2%, enquanto os emergentes alcançarão 6% a 8%, às vezes mais".
    "Em 2011, a situação será quase a mesma", completou o economista em entrevista concedida à Europe 1, por telefone, a partir da sede do Fundo Monetário Internacional (FMI), em Washington.
    Nas últimas previsões semestrais publicadas em Outubro, o FMI previa um crescimento de 4,8% para 2010 e de 4,2% para 2011.



    in DE
     
Engisat