Governo apresenta a espanhóis cinco opções de pagamento nas ex-SCUT

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 11, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Governo apresenta a espanhóis cinco opções de pagamento nas ex-SCUT


    O secretário de Estado das Obras Públicas, Paulo Campos, apresentou hoje, em Viana do Castelo, cinco opções que agilizam o pagamento de portagens nas antigas SCUT, resolvendo os problemas levantados pelos automobilistas espanhóis.


    [​IMG]


    "Hoje estão disponíveis várias opções, para que todos possam circular nas nossas auto-estradas, sem discriminação de quem quer que seja", disse Paulo Campos, no final de uma reunião em que se sentou à mesma com o conselheiro do Meio Ambiente, Território e Infra-estruturas da Junta da Galiza, Agustín Hernández, e com associações empresariais portuguesas e galegas.

    Os espanhóis passam a poder adquirir, no seu país, o dispositivo da Via Verde, através do Banco Caixa Geral, com pagamento das taxas de portagem por débito em conta bancária.

    Vão igualmente poder adquirir o dispositivo dos CTT na rede comercial desta empresa, com extensão a Espanha, nomeadamente à Galiza, com pagamento das taxas de portagem através de pré-carregamento em dinheiro.

    O aluguer dos dispositivos da Via Verde ou da rede dos CTT e a aquisição do serviço de pagamento das taxas de portagem junto de entidades especialmente vocacionadas para a prestação de serviços a empresas transportadoras internacionais são outras formas de pagamento disponíveis.

    No final da reunião, Agustín Hernández manifestou-se satisfeito com estas soluções, sublinhando a sua importância para que se mantenha a atual mobilidade entre Portugal e a Galiza, que se traduz em mais de 22 mil veículos por dia a atravessar a fronteira de Valença.

    O presidente da Confederação de Empresários de Pontevedra, José Manuel Alvariño, que tinha apresentado uma queixa em Bruxelas contra Portugal, por não se poder pagar em dinheiro as portagens nas antigas SCUT, também anunciou que, com estas opções hoje anunciadas, o assunto, para ele, "está encerrado", pelo que a queixa será retirada.

    O secretário geral do Eixo Atlântico, Xoán Mao, afirmou que estas soluções resolvem o problema "no imediato", ressalvando que a solução definitiva acontecerá em 2011, quando os sistemas electrónicos de cobrança das taxas de portagem português e espanhol convergirem, assegurando a sua interoperabilidade.

    Esta convergência em 2011 foi também hoje selada pelos governos de Portugal e da Galiza, que suscitaram ainda a possibilidade de desenvolver, a curto prazo, "outras soluções mais flexíveis" para a cobrança de portagens nas SCUT, nomeadamente o pagamento via internet "para trajectos curtos e absolutamente pontuais" ou em postos físicos existentes em aeroportos e áreas de serviço.




    in JNeg
     
DreamPortugal