Governo impõe corte de 4% no financiamento aos hospitais

Discussão em 'Nacional (Notícias)' iniciado por JuizDidi, Novembro 10, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Saúde

    Governo impõe corte de 4% no financiamento aos hospitais


    10/11/10

    Em 2011, o Ministério da Saúde vai cortar 4% no financiamento de consultas, internamentos ou cirurgias.

    Os hospitais vão receber menos 4% por cada acto médico praticado em 2011, sejam consultas, cirurgias ou internamentos, comparativamente com o valor que o Estado pagou este ano, diminuindo assim o valor global que o Estado transfere para os hospitais anualmente. Ao mesmo tempo, o Governo impôe ainda aos hospitais um corte de 5,7% nos custos produtivos (como medicamentos ou despesas com pessoal).
    Rui Portugal, presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, confirmou ao Diário Económico ter recebido a 3 de Novembro do Ministério da Saúde "a informação de que o valor de financiamento público disponível para a contratualização de 2011 com os hospitais EPE da ARSLVT representa uma diminuição de 5,7% face a 2010". Estas orientações já chegaram a todas as ARS do país. Ainda assim, diz Rui Portugal, a redução de financiamento "não implica decréscimo na produção, surge antes como consequência de um conjunto vasto de intervenções, cujo objectivo é favorecer a sustentabilidade financeira do SNS, nomeadamente através da redução de custos dos factores produtivos".



    in DE
     
LMPC