Mais vítimas mortais encontradas em Pedrógão Grande. São já 57

Discussão em 'Noticias/Informações' iniciado por programador, Junho 18, 2017 às 10:57.

  1. programador

    programador Membro Digital

    [​IMG]

    O secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, voltou a atualizar o balanço de mortos em Pedrógão Grande. São já 57 as vítimas mortais destra tragédia.


    O número de feridos mantém-se nos 59, de acordo com o balanço feito pelas 10h00.

    Também o número de meios se mantém 687 operacionais, 224 viaturas e três máquinas de rasto.

    "A ajuda de França deve estar a chegar", garante Jorge Gomes.

    NM
     
  2. programador

    programador Membro Digital

    PJ afasta origem criminosa de incêndio que deflagrou em Pedrógão Grande

    O diretor nacional da Polícia Judiciária (PJ) afirmou hoje à Lusa que o incêndio que deflagrou no sábado no concelho de Pedrógão Grande teve origem numa trovoada seca, afastando qualquer indício de origem criminosa

    [​IMG]

    "A PJ, em perfeita articulação com a GNR, conseguiu determinar a origem do incêndio e tudo aponta muito claramente para que sejam causas naturais. Inclusivammente encontrámos a árvore que foi atingida por um raio", disse Almeida Rodrigues.

    "Conseguimos determinar que a origem do incêndio foi provocada por trovoadas secas", tendo sido a partir daí que o fogo se propagou, explicou o diretor nacional da PJ.

    A árvore estava próxima da localidade de Escalos Fundeiros, concelho de Pedrógão Grande, e segundo as autoridades, tudo indica que foi nesse local que teve início o fogo que já lavra também nos municípios vizinhos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pêra.

    Segundo Almeida Rodrigues, desde sábado, a PJ tem estado no terreno com brigadas em vários locais, em articulação com a GNR.

    "Nós temos equipas no terreno numa tripla vertente, por um lado no plano da prevenção embora obviamente contra trovoadas não é possível prevenir o que quer que seja", com "equipas no terreno para determinar as causas do incêndio e da progressão do incêndio" e outras para investigar "as causas da morte das pessoas que foram atingidas por esta tragédia", acrescentou.

    O fogo, que causou pelo menos 43 mortos e 59 feridos, incluindo quatro bombeiros, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal em Escalos Fundeiros, em Pedrógão Grande (distrito de Leiria), e alastrou aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

    Algumas das vítimas mortais foram apanhadas pelas chamas quando circulavam por estradas.
     
  3. MagalhaesFT

    MagalhaesFT Staff Admin Global Membro Gold

    Só espero que os políticos não queiram fazer política com este acidente, sim "acidente"!

    Os meus pêsames para familia e amigos das vitimas.

    Agora só tem que se verificar se poderia fazer mais, e o que pode se mudar no futuro para isto não voltar acontecer.
     
    programador e kimonda gostam disto.
  4. programador

    programador Membro Digital

    O número de vítimas aumentou de 57 para 58 vítimas mortais
     
  5. programador

    programador Membro Digital

  6. hbatista

    hbatista Membro Li-ion

    O número de vítimas mortais aumentou para 62!!!
     
Engisat