PJ faz buscas ao BPP

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 11, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    PJ faz buscas ao BPP


    A Polícia Judiciária está hoje efectuar hoje buscas no Banco Privado Português, noticiou o "Correio da Manhã".


    [​IMG]


    A Polícia Judiciária está hoje efectuar hoje buscas no Banco Privado Português e também nas casas dos ex-responsáveis da mesma instituição bancária, noticiou o “Correio da Manhã”.

    Segundo a notícia do site do jornal, a PJ investiga suspeitas de branqueamento de capitais e vários crimes de burla no âmbito de um processo que visa entre outros o ex-presidente do banco João Rendeiro.

    Esta é uma das últimas diligências do inquérito, que está a decorrer há cerca de dois anos e que deverá terminar com acusação até ao final deste ano.




    in JNeg
     
  2. coxão

    coxão Membro Li-ion


    Buscas :confused: :confused::confused::confused::confused:

    Dois anos depois de iniciarem a investigação :shocking::shocking::shocking::shocking::shocking::shocking::shocking::shocking:

    Estou mesmo a ver a PJ iniciar a busca e virar-se o marmanjo:

    "Ó sor agente... as provas dos crimes estão todinhas à vossa espera naquele dossier preto, atrás do autoclismo do 3.º andar. Sabe, é que eu nestes dois anos ainda não tive tempo de as destruir. Tenho andado ocupado a gastar o dinheiro que roubei. O Sr. agente sabe como é..."
     
  3. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    PJ faz buscas no BPP


    Banca

    PJ faz buscas no BPP

    Económico
    11/11/10

    A Polícia Judiciária está hoje a realizar buscas no BPP e também nas residências de ex-responsáveis da instituição.

    Segundo avança o ‘Correio da Manhã' na sua edição online, a acção da PJ foi motivada por suspeitas de branqueamento de capitais e de burla no âmbito de um processo que visa, entre outros responsáveis, o ex-presidente do banco João Rendeiro.
    O CM refere ainda que esta é uma das últimas diligências do inquérito, que está a decorrer há cerca de dois anos e que deverá terminar com uma acusação até ao final deste ano.




    in DE
     
SatLine 24