Polícia neutraliza pacote suspeito endereçado à chanceler Angela Merkel

Discussão em 'Internacional (Notícias)' iniciado por JuizDidi, Novembro 3, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Polícia neutraliza pacote suspeito endereçado à chanceler Angela Merkel


    O pacote despertou a atenção, e foi chamada a polícia judiciária federal, responsável pela segurança da chancelaria, que neutralizou a encomenda, com recurso a um veículo especial equipado com um canhão de água.


    [​IMG]


    A polícia alemã desactivou hoje um pacote suspeito de conter explosivos endereçado à chanceler Angela Merkel, que chegou a meio do dia à central de correios da chancelaria federal, disse um porta-voz do governo.

    O pacote despertou a atenção, e foi chamada a polícia judiciária federal, responsável pela segurança da chancelaria, que neutralizou a encomenda, com recurso a um veículo especial equipado com um canhão de água.

    O porta voz do governo federal, Steffen Seibert, disse em comunicado que "não se podia excluir a hipótese" de o pacote, cujo remetente falso era o ministério da economia da Grécia, "conter explosivos", e por isso foram tomadas as devidas medidas de precaução.

    Vários orgãos de informação alemães, incluindo a televisão pública ARD, noticiaram, entretanto, citando fontes dos serviços de segurança, que o pacote, de facto, continha substâncias explosivas ou inflamáveis.

    O tablóide Bild, na sua edição electrónica, adiantou também que a encomenda continha pólvora, e um engenho capaz de explodir.

    Angela Merkel esteve hoje em visita oficial à Bélgica, e não se encontrava na chancelaria nem no seu gabinete de trabalho, quando ocorreu o incidente.

    A central dos correios não é no edifício central da sede do governo, mas sim a alguns metros de distância.

    Ninguém ficou ferido, e não foi necessário evacuar a chancelaria federal, mas as medidas de segurança foram temporariamente reforçadas, disse ainda o porta-voz do executivo. A central dos correios foi encerrada, e a polícia iniciou investigações para apurar a origem da encomenda postal, e o seu conteúdo, referiu ainda Seibert.

    O jornal berlinense Tagesspiegel disse an edição eletrónica que o pacote foi entregue pelas 13H00 (12H00 de Lisboa) na central, pela firma de expedição UPS.

    Fontes dos serviços de segurança alemães relacionaram já a origem do pacote com outras encomendas com explosivas que têm estado a surgir na Grécia, e que segundo as autoridades gregas terão sido expedidas por um grupo de extrema-esquerda.

    A Embaixada da Alemanha em Atenas foi também o destinatário de um desses pacotes com engenhos explosivos, que foi detectado antes da entrega na representação diplomática.




    in JNeg
     
LMPC