Portugal "é forte o suficiente" para pagar as suas dívidas

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 15, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Portugal "é forte o suficiente" para pagar as suas dívidas


    Hans-Werner Sinn, presidente do reputado instituto alemão Ifo, analisa a crise europeia em entrevista ao Negócios.


    [​IMG]


    Portugal tem inevitavelmente uma década difícil pela frente. Terá reduzir o seu nível de vida, mas “é forte o suficiente” para não precisar de reestruturar a dívida, ao contrário do que deverá acontecer, por exemplo, com a Grécia, diz Hans-Werner Sinn.

    Sinn é um dos mais importantes economistas alemães. Talvez o mais conhecido. Preside ao instituto germânico Ifo, e é tido como uma das vozes do que muitos descrevem como a ortodoxia económica alemã. Os seus textos para o Project Syndicate são publicados no Negócios.

    Na entrevista publicada hoje, traça um perfil da Alemanha muito diferente do que é hábito ouvir no Sul da Europa: um país que atravessou um longo deserto na última década, que enfrenta sérias dificuldades e tem poucas possibilidades de ajudar os parceiros europeus. A próxima década será, no entanto, do seu país, assim espera.

    Diz que os excedentes comerciais alemães são um sinal da fraqueza do país e não da sua força e defende que o mecanismo de reestruturação de dívida na Europa não seria mal visto pelos mercados.




    in JNeg
     
Génio Digital