Risco elevado de distúrbios na Cimeira coloca País em alerta

Discussão em 'Nacional (Notícias)' iniciado por JuizDidi, Novembro 12, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold


    Segurança

    Risco elevado de distúrbios na Cimeira coloca País em alerta


    12/11/10

    Responsáveis admitem alta probabilidade de ataques de anarquistas. A PSP garante que está preparada.

    O presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo, José Manuel Anes, disse ao Diário Económico que "há uma probabilidade superior a 90% de ocorrerem distúrbios provocados por grupos radicais de anarquistas durante a cimeira da NATO, a não ser que estes sejam detidos nas fronteiras". "É quase inevitável que esses grupos se manifestem", acrescentou o responsável do OSCOT.
    Ao Diário Económico, a Direcção Nacional da PSP diz "estar preparada" para adequar, a todo o momento, o nível dos meios humanos e materiais, "em função do grau de ameaça identificado". E o próprio ministro da Administração Interna, Rui Pereira, já tinha afirmado que, embora não haja "motivos para alarme", o Governo e as forças envolvidas na operação de segurança da Cimeira da NATO, que se realiza em Lisboa, entre 19 e 20 deste mês, têm de estar "atentos a todos os sinais". "As avaliações do risco e ameaças estão a ser permanentemente monitorizadas pelas entidades que têm essa competência específica em Portugal", esclareceu Paulo Flor, da DN da PSP. "Essas actualizações são atempadamente do conhecimento da força de segurança", acrescentou.



    in DE
     
LMPC