Verbas para cheques-dentista crescem 50% em 2011

Discussão em 'Economia e Finanças' iniciado por JuizDidi, Novembro 12, 2010.

  1. JuizDidi

    JuizDidi Staff Moderador Temático Membro Gold

    Verbas para cheques-dentista crescem 50% em 2011


    O secretário de Estado Adjunto e da Saúde anunciou hoje que o orçamento do Ministério da Saúde para 2011 prevê 31 milhões de euros para cheques-dentista.

    Esta verba representa um aumento superior a 50% quando comparada com os 14 milhões destinados a esta medida em 2010 e, para Manuel Pizarro, o aumento em causa é um aspecto positivo em ano de cortes orçamentais, representando uma evolução significativa em termos de acesso à medicina oral.

    “Esta é uma batalha que parece estar ganha”, declarou o Manuel Pizarro. Para o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, a parceria entre Estado, profissionais e empresas no âmbito do Programa Nacional de Promoção da Saúde Oral revelou-se “feliz e inteligente” e, embora motivando uma “transformação que ainda está em curso”, beneficiou já 90 mil grávidas e idosos, assim como meio milhão de jovens e crianças.

    “Todos acreditam que, por mais críticas e insuficiências que se possam apontar [ao sistema], este programa vai fazer a diferença”, defendeu Manuel Pizarro.

    O bastonário da Ordem dos Médicos Dentistas, Orlando Monteiro da Silva, declarou à Lusa que, “num contexto de corte no Serviço Nacional de Saúde, é importante manterem-se os valores [para atribuição de cheques-dentista] e esses até serem aumentados”.

    De lembrar que o Ministério da Saúde alargou recentemente este programa a 3.000 doentes infectados com VIH/Sida.




    in JNeg
     
Engisat